sábado, 12 de abril de 2014

"Ele a beijou de novo, um beijo mais apaixonado, e ela comprimiu seu corpo contra o dele, perdendo-se no abraço. Seus corpos se uniram como se já se conhecessem há anos. Ela esqueceu o medo e a dor e fechou os olhos, a alma leve, naquele momento perfeito." - Anjos e Demônios

Nenhum comentário:

Postar um comentário