sábado, 8 de dezembro de 2012

"Eu choro muito sozinho, nunca consegui chorar na frente de ninguém. Às vezes, minha mãe brigava comigo, me batia, e eu esperava ela sair para chorar. Sozinho, de noite, tem vezes assim, que ao invés de rezar eu fico chorando." — Cazuza

Nenhum comentário:

Postar um comentário