segunda-feira, 16 de julho de 2012

“Eu sei que dói. É horrível. Eu sei que parece que você não vai agüentar, mas aguenta. Sei que parece que vai explodir, mas não explode. Sei que dá vontade de abrir um zíper nas costas e sair do corpo porque dentro da gente, nesse momento, não é um bom lugar para se estar.” — Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário